Follow by Email

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Luto

Sendo bem honesta. Às vezes, muitas vezes eu não entendo Deus. No fundo eu sei que todas as coisas tem um motivo, um propósito e que, por pior que seja o fato, ele vai nos levar para um lugar melhor. Ou nos tornar uma pessoa melhor. Eu sei. Mas, reconheço que minha fé ainda é muito falha e me permite não aceitar a morte. Principalmente se é a de uma criança, um bebê. É muito, muito injusto para uma mãe uma tragédia dessas.



Ontem fiquei sabendo de um caso que me tirou o ar, me deixou sem chão. Não sei traduzir o sentimento, mas a angústia no peito me fez chorar muito. Eu simplesmente não tenho o que dizer! Não sei como a mãe, os pais, conseguirão seguir em frente e vou rezar e desejar com toda minha força que a vida na sua infinita sabedoria se encarregue de fazê-los conseguir.


Quando meu bebê nasceu prematuro eu li uma frase que me marcou e me ajudou. Talvez seja o caminho. “A vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a Graça de Deus não possa protegê-lo.”